segunda-feira, 5 de outubro de 2009

INTERPRETAÇÃO DE TEXTO PARA OS 4º PERÍODOS.

EXERCÍCIOS DE INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS
01. A globalização dos anos 90 colocou contra a parede símbolos do capitalismo brasileiro. Isso quer dizer que estamos mal? Não. As empresas que elevaram sua preocupação com a excelência aos limites da paranóia não apenas sobreviveram como estão na vanguarda de um novo – e pujante - ciclo econômico.
Segundo o autor:
a.) A paranóia com a excelência, nos moldes da globalização do anos 90, permitiu que símbolos do capitalismo brasileiro chegassem à vanguarda do novo ciclo econômico.
b.) Para sobreviver, precisamos ser paranóicos.
c.) O novo ciclo econômico é baseado na paranóia, pois sem ela a globalização dos anos 90 colocaria símbolos do capitalismo brasileiro contra a parede.
d.) O novo ciclo econômico é pujante pois colocou os símbolos do capitalismo brasileiro dos anos 80 contra a parede, devido à paranóia com a globalização dos anos 90.
e.) Não estamos mal pois os símbolos do capitalismo brasileiro pertencem a outra década, mas a globalização dos anos 90 é a vanguarda do novo ciclo econômico.

02. Considerando-se a afirmação de uma famosa estilista americana de que "os
homens sempre estiveram na vanguarda da moda", referindo-se ao terno de duas peças, podemos concluir que:
a.) A tendência única para a moda no futuro é o terno.
b.) Apesar de vários estilistas de alta costura se esforçarem, o que eles fazem não é moda.
c.) O terno é sempre uma roupa atual.
d.) Um homem que não use terno não está na moda.
e.) As mulheres deveriam usar terno para estarem na moda.

03. Biólogos comprovaram que, em uma determinada floresta, existem dois tipos
de roedores. Ambos têm o hábito de cavar buracos. O coelhato cava buracos
mais rápido do que o ratoelho. Outra grande diferença entre eles é o tamanho: o roedor ratoelho é maior, em média, do que o coelhato.
Diante destas informações, os biólogos poderiam deduzir que:
a.) Os buracos cavados pelo ratoelho são maiores do que os do coelhato.
b.) Os buracos cavados pelo coelhato são mais profundos do que os do ratoelho.
c.) Os buracos cavados pelo coelhato são, provavelmente, mais profundos do que os do ratoelho.
d.) O coelhato cava mais buracos do que o ratoelho.
e.) Diante das informações, nenhuma das conclusões acima podem ser aceitas como verdade.

04. O mundo está se encaminhando para uma situação em que o trabalhador já
não consegue vender a única mercadoria que pode oferecer: sua força de trabalho. É uma mutação violenta de nossa civilização, possivelmente, com conseqüências ainda piores do que as que sofremos hoje. O conceito de trabalho, que era o fundamento de nossa civilização ocidental, caducou. Agora, milhões de seres humanos já não servem sequer para serem explorado. David Ricardo e, depois dele, Karl Marx, assentaram sua Economia Política sobre a Teoria do Valor do Trabalho, fator de produção que o desemprego vai desvalorizando rapidamente.
Segundo o texto:
a.) A mutação a que o texto se refere está na força de trabalho, que caducou.
b.) Estamos vivenciando um novo paradigma da relação força de trabalho X emprego.
c.) David Ricardo e Karl Marx erraram ao assentarem sua Economia Política sobre a Teoria do Valor do Trabalho.
d.) Aquelas pessoas que trabalham com vendas não conseguem mais oferecer sua força de trabalho, devido a uma mutação no mercado.
e.) O fundamento da civilização ocidental está sofrendo uma mutação violenta, levando-se em conta que o desemprego era a base para a Teoria do Valor do Trabalho.

05. Dois jornais impressos - um da situação e outro da oposição - publicam, todos
os dias, notícias sobre os mesmos temas. Eles dedicam o mesmo espaço a cada
assunto, além do mesmo número de jornalistas para produzirem seus artigos.
Sabe-se que os dois são vendidos na mesma região, pelo mesmo preço, possuem a mesma tiragem e que são concorrentes.
Então:
a.) Se Pedro lê o jornal A e João lê o jornal B, os dois são de classes diferentes.
b.) Se Pedro lê o jornal A e João lê o jornal B, os dois são de classes iguais.
c.) Se Pedro lê o jornal A e João o jornal B, os dois compartilham a mesma opinião política.
d.) Se Pedro lê o jornal A e João o jornal B, os dois provavelmente recebem informações iguais com enfoques diferentes.
e.) Se Pedro lê o jornal A e João o jornal B, os dois provavelmente recebem
informações diferentes com enfoques iguais.

06. Se a Internet é uma excelente fonte de informações, e João navega na Internet todo dia, pode-se concluir que:
a.) João é muito bem informado.
b.) João domina a navegação na Internet
c.) (a) e (b) são verdadeiras.
d.) (b) é verdadeira, mas (a) não o é.
e.) (a) pode ser falsa, mas provavelmente (b) é verdadeira.

07. Para os restaurantes que fazem entregas em casa terem sucesso, eles
precisam entregar rápido a comida ou ter um bom preço, e estar bem localizado.
O restaurante COMOMAIS é uma casa de sucesso e possui bom preço.
Diante desta afirmação, podemos afirmar que:
a.) O restaurante COMOMAIS entrega rápido seus pedidos.
b.) O restaurante COMOMAIS não entrega rápido seus pratos.
c.) O restaurante COMOMAIS está bem localizado.
d.) O restaurante COMOMAIS não é bem localizado.
e.) As alternativas (a) e (c) estão corretas.

08. A violência no trânsito aumenta ano após ano. O aumento do número de carros na rua tem evidenciado esse problema, chegando a índices alarmantes.
Um especialista renomado declarou que: "O problema do trânsito é o despreparo dos motoristas. Somente aqueles que não aprenderam a dirigir da forma correta causam acidentes. Além disso, afirma que o Sr. Astrogildo aprendeu a dirigir corretamente, então ele não causará acidentes."
Podemos concluir que:
a.) O Sr. Astrogildo recebeu um atestado de que é um ótimo motorista.
b.) Para provar que o especialista está correto, devemos esperar um certo espaço de tempo e verificar se o sr. Astrogildo não irá causar acidentes.
c.) Caso se assuma a afirmação do especialista como verdadeira, ocorrerá um erro de apelo à autoridade.
d.) Realmente, o único problema no trânsito diz respeito a motoristas mal
treinados.
e.)As alternativas (b) e (d) estão corretas.

09. Segundo a opinião de um leitor do jornal O Estado de São Paulo, "o governo
neoliberal - para desespero dos neobobos - resolveu dar interpretação literal ao salário mínimo. O Movimento dos Sem Terra que se cuide, mudando imediatamente de nome, senão bye - bye reforma agrária".
Segundo este leitor:
a.) O governo irá pagar um salário mínimo aos membros do MST, ao invés
de promover a reforma agrária.
b.) Se depender do nome, os Sem Terra continuarão sem terra.
c.) O MST está desesperado com o aumento do salário mínimo.
d.) O MST está desesperado com a necessidade de trocar de nome.
e.) O MST que se cuide, o governo quer cobrar um salário mínimo por lote
a ser distribuído.

10. Cinco garotos, por brincadeira, compraram 2 litros de álcool e incendiaram um
homem que dormia em um ponto de ônibus. A idéia era se divertir assustando um
mendigo. Só que, na verdade, além de mendigo, tratava-se também de um índio
da tribo dos Pataxós. Eles incendiaram e assassinaram um ser humano. A justificativa e o pedido de desculpas foi que se enganaram, pensaram tratar-se
apenas de um mendigo.
Segundo o texto, não podemos concluir que:
a.) Trata-se de um crime ecológico, pois afeta a comunidade indígena.
b.) Os 5 garotos não considerariam suas atitudes um crime, caso fosse apenas um mendigo.
c.) O conceito de diversão para estes 5 garotos é deveras violento.
d.) 5 garotos inconseqüentes tiraram a vida de outro ser humano.
e.) Um índio Pataxó não deveria estar dormindo em um ponto de ônibus.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário